Crie um site ou blog de escritor. Um site desse tipo não apenas demonstra sua capacidade técnica, mas cria também uma “central”, que permite que os clientes venham até você e entrem em contato. O design do site deve ser bem claro, com páginas fáceis de se navegar. Não esqueça de incluir exemplos do seu trabalho, exibindo a sua forma de escrita e a sua capacidade. Deixe as amostras em uma posição fácil de se encontrar, assim como os canais de contato.[24] . Um blog deve destacar sua capacidade técnica, bem como a facilidade que possui de escrever postagens para esse tipo de site. O blog não precisa, necessariamente, abordar os mesmos assuntos sobre o que escreve para os clientes; na verdade, o ideal é que seja sobre algo que o interessa. Dessa forma, os visitantes perceberão que você pode escrever bem e também construir uma comunidade online. Um bom blog tem potencial de fazer com que você obtenha diversas referências para mais clientes.[25]
Aqui é a melhor parte. Palavras de Mauro Halfeld na Rádio CBN: coluna Dinheiro (24/08/2006) “Sugestões para ganhar mais: ter um segundo trabalho, sim, aproveitar os momentos de folga para ter mais renda. (…) sem falar na enorme variedade de produtos a serem vendidos no marketing de rede.” Já o senhor Max Gehringer do Fantástico, falou em sua coluna também na Rádio CBN, em (03/12/2007): “Tente o Marketing Multinível. Você será autônomo, terá o treinamento apropriado e não terá chefes pegando no seu pé. Os resultados serão consequência direta do seu esforço.” Escritor brasileiro Roberto Shinyashiki é um psiquiatra e empresário brasileiro, famoso autor de livros de auto-ajuda e palestrante motivacional. Ele disse em seu livro “Tudo ou nada” (p.20) – “Definitivamente, o problema não é o marketing de rede, e sim a maneira como a pessoa assume o negócio”. Embora muito já tenha se falado sobre “ganhar dinheiro fácil” com Marketing de Rede (marketing multinível MMN), essa informação não procede. Esse negócio nada mais é do que um negócio como outro qualquer e, como tal, requer esforço, dedicação, trabalho e suor. Se em algum momento alguém lhe convidar para iniciar no MMN com promessas de dinheiro rápido, “sem ter que vender nada, que indicar nenhum produto, patrocinar ninguém”, esqueça. Porém, nem tudo é má notícia: é comum, sim, vermos distribuidores de empresas de Marketing Multinível tendo vidas inimagináveis noutros negócios. O que acontece é que como em todo ramo de negócios, no Marketing de Rede algumas pessoas também vão além da média e conseguem fazer muito dinheiro. Porém, como falei anteriormente, elas estão construindo um negócio dentro de outro negócio. Nesse caso, então, toda a parte “chata” da gestão do negócio fica por conta da empresa e, portanto, não raramente sabemos de distribuidores de Marketing de Rede que, tendo atingido altos patamares no negócio, literalmente, levam uma vida nova e numa boa. O bacana do MMN é que a parceria com a companhia que você “representa” é quem é responsável para produzir os produtos, a administração, NFe, logística e toda a burocracia. Você só tem que compartilhar a marca e os produtos de forma organizada e profissional. Nas horas vagas. Renda extra !!!
Ela funciona de uma forma bem simples: você recomenda a algum amigo seu que use um chat no seu site. Se ele topar e se tornar cliente pagante da Jivo, você recebe para sempre 30% daquilo que ele pagar. O bom do Jivo é mesmo a sua recorrência. Você só precisa de recomendar uma vez e recebe para sempre, visto que ele paga uma mensalidade constante ao próprio JivoChat. Após trabalhar durante alguns meses com eles, me rendeu até agora quase 25 mil reais.
×