Sabe quando você conta para os amigos que vai fazer uma viagem para o exterior e de repente surgem 47 encomendas dos nem-tão-brothers para encher a sua mala? A nossa dica é: comece a cobrar uma pequena porcentagem por elas – especialmente se for para o primo da vizinha do seu amigo ou, nesse caso, para um desconhecido. Nesses sites você pode cadastrar sua viagem e as pessoas te pagam para você trazer alguma encomenda, já separando uma comissão para você. Mas relaxa, porque dá pra negar pedidos gigantes de quem quer que você traga todo um quartinho de bebê na sua singela mala de viagem. Você tem total liberdade de aceitar ou não a encomenda, é claro.
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.
73. Desarrolla apps específicas para la infancia. Toda persona que tenga una tableta y cerca niños y niñas, conoce el interés y sus múltiples posibilidades. Pueden ser un elemento disruptivo para la educación, pero creo que los beneficios son mayores a los posibles riesgos que algunos ven. Profundizar en el desarrollo de la formación lectora-receptora y la importancia de la navegación hipertextual y transmediática de los más pequeños, sin olvidar el acceso a los grandes referentes de la literatura (como puede ser a través de la https://cervantesvirtual.com) para poder ofrecerles una navegación segura y adecuada a cada etapa evolutiva.

Es cierto que en España no se ven esos casos de éxito tan brutales, al menos yo no los conozco. Mi teoría es que en Estados Unidos hay más población que en España (unas 5 o 6 veces más) y además la gente está más acostumbrada a comprar por internet, con lo cual es fácil estimar que el mercado total allí puede ser 10 veces más grande que el español.
perfeito o artigo explicou muito bem as formas de fazer uma rendinha extra,só não pode ficar de braços cruzados eu por exemplo aproveito até o trafego dos links que posto nas redes sociais ,tem um site chamado migla.me que você encurta seus links favoritos e quando a pessoa clica no link no face zap ou qualquer lugar você é remunerado por isso ,não paga lá essas coisas mas já recebi 2 pagamentos de 5 reais já valeu apena e queria compartilhar isso com vocês
É bem provável que você já tenha ouvido falar do Udemy, um site que serve de plataforma para diversos profissionais que podem ensinar seus conhecimentos a outras pessoas através de cursos variados. Se você tem algum conhecimento, seja ele qual for, desde fotografia, escrita, programação, entre outros, basta colocar o seu curso online na Udemy e depois receber dinheiro cada vez que um aluno comprar seu curso online.
×