Caso você tenha alguma habilidade manual legal e consiga fazer produtos legais, existe a possibilidade de você vender a sua arte online!. Existem váááários grupos do Facebook por aí que são especializados nisso e tem milhares de integrantes comprando e vendendo. E vendendo de tudo: artesanato, bolos e docinhos, salgados, roupas, bijuterias, o que você imaginar! Além dos grupos, também existem sites especializados em produtos handmade, onde você pode criar a sua própria lojinha e divulgar as suas coisas por lá. A diferença é que nesses sites você precisa pagar uma pequena comissão e nos grupos do Facebook não. Mas fica ao seu critério, é claro!
Encontre itens para vender, passando um “pente-fino” em sua casa. Separe alguns dias ou um fim de semana para “limpar” e juntar tudo que não precisa, identificando itens que podem ser vendidos, doados e jogados fora. Categorize as coisas que deseja vender, já que isso facilita a saída deles em sites.[26] Outra opção é comprar produtos para revender na internet.

Você pode tentar o mesmo em casa com um dado. Tente lançar o dado para obter o número 6 cinco vezes consecutivas. É difícil, não é? Podia passar o dia inteiro só para consegui-lo.(o que sería estúpido e sem sentido) Quantas mais vezes lançar o dado, mais difícil será conseguir o mesmo número. Os matemáticos dizem que é impossível (mesmo que realmente a probabilidade seja de 0,00009536 %). De facto, eles usam a palavra límite (wikipedia link):
Ela funciona de uma forma bem simples: você recomenda a algum amigo seu que use um chat no seu site. Se ele topar e se tornar cliente pagante da Jivo, você recebe para sempre 30% daquilo que ele pagar. O bom do Jivo é mesmo a sua recorrência. Você só precisa de recomendar uma vez e recebe para sempre, visto que ele paga uma mensalidade constante ao próprio JivoChat. Após trabalhar durante alguns meses com eles, me rendeu até agora quase 25 mil reais.
×